Quando chegas ao paraíso e a tua bagagem…não!

by Viagensa4
Partilhas

Oh Não! Voltou a acontecer, ficámos sem malas…

Lembram-se quando ficámos sem malas na viagem a Miami? Podem ver AQUI

Foi mau não foi? Deixem estar que desta vez foi pior 🙁

Aquela sensação horrível de olhar para o tapete das bagagens e nunca mais chegar a nossa…

Acreditem, acontece mais do que imaginam, por isso devemos estar preparados!

Desta vez tínhamos um plano B, duas das nossas lindas e novíssimas American Tourister Soundbox, no tamanho de cabine, com uma troca de roupa para cada um, uns chinelos, calção de banho e um Biquíni!

Pensámos nós, estamos safos!

Mas não, uma coisa é ficares sem malas em Miami, sais à rua e tens milhares de lojas! Outra bem diferente é ficares sem malas nas Maldivas! Não existe literalmente nada para comprar…

Estás numa Ilha a 40 minutos de Hidroavião do Aeroporto e dás por ti numa cena da “Aldeia da Roupa Branca”… se só tens uma peça de roupa é bom que a laves… todos os dias 🙂 🙂

Ficámos quase 6 dias completos sem malas, e pensam vocês, clima quente, areia, água…enfim num paraíso tropical…mas 6 dias é exagero!

Sem protetor solar, medicamentos, artigos de higiene pessoal ( o nosso Hotel FUSHIFARU foi espectacular no KIT que nos disponibilizou), escova de cabelo, algumas máquinas, os divertimentos dos miúdos, e já agora mais alguma roupa 🙂 – ao fim de seis dias já dás nas vistas sempre com o mesmo look 🙂 🙂 🙂

Mas enfim, elas lá apareceram, e que festa foi 🙂 🙂

Estamos sempre a aprender, da próxima vez que voarmos para um lugar remoto, levamos plano A,B,C…e D 🙂 🙂

Então vamos lá relembrar algumas regras que devem seguir,  caso alguma vez vos aconteça:

PRIORITÁRIO

Ter sempre um plano B, sempre!

Primeiro…

Nunca sair da zona de recolha de bagagem sem contatar o responsável local da companhia aérea ou o gabinete responsável pelo handling.

Desse contato deve sair preenchido o PIR – Property Irregularity Report – em português  Registo de Irregularidade de Bagagem.

O PIR deve ser sempre preenchido quando  alguma coisa acontece com a nossa bagagem (extravio, partir, sujar, roubo, etc).

O PIR ou RIB  é preenchido pela companhia aérea, contém informações sobre a bagagem (cor,tamanho, particularidades…) e um número de rastreio usado para todos os contatos acerca da mesma.

Segundo…

Informe-se junto da companhia aérea das condições para aquisição de produtos básicos (valor e tipo de produtos), assim como o procedimento a seguir.

No nosso caso o nosso Fushifaru Maldives “arranjou-nos” alguns itens de primeira necessidade, escova de dentes e afins e de compras estamos falados 🙂 🙂

Nada!

Terceiro…

Nunca se esqueça de guardar todos os recibos –  artigos de higiene pessoal, protetor solar, vestuário adequado ao clima no destino (chinelos, t-shirts, calções…), e roupa interior são suportados pela companhia aérea.

Ficámos a saber que num destino como as Maldivas, onde dificilmente consegues um recibo sem ser num Hotel, as companhias atribuem uma indemnização mesmo sem apresentar recibos (máximo €100/dia/pessoa e no máximo por 3 dias – que generosidade 🙁 )

EXTRAVIO DE BAGAGEM | DICAS


 

dica Coloque sempre uma troca de roupa na bagagem de mão;

dica Nunca perder os talões de registo de bagagem;

dica Não abandonar o local de recolha de bagagem sem contatar a entidade responsável;

dica Preencher sempre o documento PIR;

dica Informar-se dos seus direitos junto da companhia aérea;

dica Accionar o seguro de viagem;

dica Caso a viagem tenha sido adquirida com um cartão de crédito, accionar as coberturas do mesmo;

 dica Se a bagagem “não aparecer” tem direito a uma indemnização;

Estamos a ficar crescidos…o melhor do mundo usa as mesmas malas que nós!

VEJAM SÓ 🙂 🙂 🙂

Se gostou deste artigo, partilhe! 🙂

 

Partilhas
0 comment

Também pode gostar

Leave a Comment